Verdades e mitos da corrida
2 Gostou

Verdades e mitos sobre a corrida de rua

Na última palestra da Dra Bruna Romanelli (minha fisioterapeuta e parceira aqui do blog), ela falou sobre as verdades e mitos sobre a corrida de rua. E foi tão esclarecedor (pelo menos pra mim) que eu não poderia deixar de trazer o assunto pra cá pra compartilhar com vocês, afinal, informação de QUALIDADE nunca é demais, né? 😉

Então vamos lá:

1. “Calçados adaptados de acordo com o arco plantar são melhores do que os neutros”

MITO

“O risco de lesão independe do tipo de tênis adaptado para a pisada provada (pra dentro) ou supinada (pra fora). Os tênis adaptados para o arco plantar tendem a descondicionar ainda mais sua pisada. Portanto, o tênis mais indicado é o Tênis Neutro e o modelo que te traga maior conforto, pois quanto mais natural o tênis ficar em seu pé, menor será sua capacidade em modificar a mecânica da sua corrida.”

O meu coach André já havia falado isso quando deu as dicas pra gente escolher o nosso tênis de corrida, lembram? AQUI neste post, ó.

tipos de pisada pés corrida

2. “Correr descalço é melhor para prevenir lesões do que correr calçado”

MITO

“Existe uma tendência em querermos achar que essa afirmação é uma verdade, por conta de alguns fatores:

1- O contato inicial do pé com o solo ocorre através do médiopé/antepé, reduzindo a força de reação ao solo em membro inferior.

2- Promove maior informação sensorial.

3- Com isso, é capaz de dissipar o impacto.

No entanto, não há evidências de que a corrida com calçado mínimo PREVINE ou REDUZ o risco de lesão. O que sabemos é que existe sim a redução de aproximadamente 25% da sobrecarga nos joelhos, porém ocorre aumento de aproximadamente 20% em tornozelos, ou seja, a sobrecarga não é eliminada, é apenas transferida para outro segmento que é igualmente importante na corrida e no nosso dia a dia”

3. “Tênis com molas amortecem mais o impacto e, portanto, previnem lesões”

MITO

“Tênis com molas ou solado maior podem ser considerados mais confortáveis, mas limitam a propriocepção (ou seja, a nossa capacidade de nos mantermos estáveis enquanto nos movimentamos), o que prejudica a sensação do solo, fazendo com que o indivíduo perca estabilidade e aumente suas chances de uma lesão.”

4. “O aquecimento é necessário”

VERDADE

“O aquecimento ideal deve simular a atividade esportiva (no caso a corrida) em menor intensidade. Apenas 12 minutos de aquecimento já são suficientes para melhorar a performance durante o treino ou uma prova”

educativos de corrida aquecimento

Os educativos de corrida, além de ajudarem a gente a melhorar nossa postura e nossa performance, ainda são uma excelente forma de aquecimento antes do treino.

5. “É preciso correr em diferentes superfícies para melhorar a performance”

MITO

“É de extrema importância que o corredor mantenha a especificidade do treino. Ou seja, caso você seja um corredor de asfalto, não considere outro tipo de solo (como areia ou trilhas) para melhorar seu treino. O seu treino deve ser realizado apenas em asfalto, de forma progressiva conforme as orientações do seu treinador”

E então: esclareceram suas dúvidas? Se vocês ainda tiverem perguntas sobre o assunto, podem mandar deixar aqui embaixo nos comentários que eu chamo de novo a Dra Bruna pra responder pra vocês, ok?

Bons treinos!

4 Comments

  • Carlos Augusto

    November 18, 11 2016 11:43:39

    Muito interessante o ítem 1. Eu sinceramente imagina o contrário e até já cometi esse erro. Muita boa e esclarecedora esta matéria. Parabéns.

    • Ticiane Toledo

      November 18, 11 2016 03:50:48

      Obrigada, Carlos! Todos nós em algum momento já cometemos alguns dos “erros” do post, né? O legal é ir aprendendo com eles 🙂 Abraço!

O que você achou?