PROTEÇÃO SOLAR vida fit
0 Gostou

13 respostas para as suas dúvidas sobre proteção solar

Desde pequena, ouço minha mãe (uma mulher super vaidosa – e linda ♥) falar da importância de proteger a pele do sol, principalmente pra evitar o envelhecimento precoce, as indesejadas manchinhas etc. Mas só recentemente eu tomei vergonha na cara (haha) e passei a me cuidar mais com relação a isso. Esse, em especial, é um assunto com o qual nunca tive muita intimidade e, por isso, sempre me levantou muitas dúvidas.

Então, convidei a Dra. Sabrina Frossard Maciel, Dermatologista especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (CRM: 119200) que dá ótimas dicas de saúde e beleza pra gente pelo Instagram (@dermato_sabrinafrossard – segue lá!), pra responder algumas dúvidas que eu tinha sobre o assunto e que muito possivelmente pode ser as mesmas de vocês também:

1. Como escolher o protetor solar

Dra Sabrina: O protetor solar deve ser escolhido de acordo com o fototipo da pessoa, seu grau de exposição solar e o tipo de pele, que pode ser seca, mista, oleosa, acneica, sensível ou mesmo normal.

Na hora da compra, a dica é seguir algumas regrinhas básicas:

✔️ FPS igual ou acima de 30

✔️ Fator de proteção de amplo espectro, proteção contra UVA/UVB

✔️ PPD mínimo de 10

✔️ Veículo adequado ao tipo de pele (creme, gel, sérum, loção)

Para entender melhor:

FPS significa Fator de Proteção Solar e mede a proteção contra os raios UVB, responsáveis pela queimadura solar, mas não medem a proteção contra os raios UVA.

O PPD é uma medida de proteção contra os raios UVA. O mais indicado é que o PPD seja de pelo menos um terço do FPS. Ou seja, para um protetor FPS 30, o PPD precisa ser de 10.

Durante um tempo se falou muito que FPS acima de 15 não aumentava tanto a proteção, mas hoje em dia sabemos que da importância do PPD, e sabemos que em alguns casos é necessário uma proteção máxima! A pele, quando exposta ao sol sem proteção, leva um determinado tempo para ficar vermelha. Quando se usa um filtro solar com FPS 15, por exemplo, a mesma pele leva 15 vezes mais tempo para ficar vermelha.

De uma forma geral o FPS 30 é o mínimo recomendado para a exposição leve diária, mas em alguns casos de alta exposição ou para face precisamos do maior fator possível então as apresentações em FPS 60 ou mais são válidas, e não devem ser desconsideradas!

Importante: Levando em consideração o tipo de pele e suas particularidades, é possível escolher um protetor adequado para cada tipo de pele, mas é claro que, muitas vezes acontece de um produto ótimo servir para um e causar alergias ou reações em outra, assim como existem pessoas que possuem a pele altamente resistente à todo tipo de produto.

2. Protetor para atividades ao ar livre

Dra Sabrina: Para pessoas que trabalham ou praticam atividade física ao ar livre, a recomendação é que se escolha um filtro solar com alto fator UVA/UVB, fator físico, e que seja de alta resistência à água e ao suor (e mesmo assim é necessário que seja reaplicado a cada 2 horas).

Nesses casos também recomendamos o uso de roupas com filtro solar no tecido, proteção física como bonés, chapéus e também o uso de cápsulas antioxidantes que funcionam como um filtro solar via oral!

IMPORTANTE: A prática do exercício fora dos horários de pico do sol não dispensa a necessidade do uso do protetor e nem a necessidade de reaplicá-lo a cada 2 horas!

+ Aproveite e veja AQUI dicas de produtos dermocosméticos para mulheres atletas!

3. Filtro solar x Vitamina D

Dra Sabrina: O sol que pegamos no dia a dia pode ser suficiente para evitar a carência de vitamina D no organismo de uma pessoa normal. Num país ensolarado como o Brasil, estudos já mostraram que 10min de exposição nas pernas apenas  3 vezes semana já seria suficiente para produzir a vitamina D num organismo normal.

Para garantir os benefícios trazidos pelos raios solares, a exposição da pele deve ser feita somente antes das 10h e após as 16h, sem filtro solar nas regiões dos braços ou pernas, sempre pelo tempo determinado de 15 a 30 minutos por dia. Mais do que isso, o protetor continua sendo essencial.

De qualquer forma é improvável que o uso do filtro solar seja o único responsável por essa carência vitamínica, visto que as pessoas raramente aplicam o protetor no corpo inteiro e a maioria não reaplica no corpo todo à cada 3-4 horas diariamente, na prática esses cuidados costumam se limitar mesmo somente à face!

A suplementação de vitamina D também pode ser realizada por cápsulas específicas se o paciente possuir carência que não consiga suprir com a exposição solar. Consulte seu médico.

4. Os 3 erros mais comuns na fotoproteção:

Dra Sabrina:

✔️ Usar o filtro solar apenas quando o dia está ensolarado ou quando frequenta praia ou piscina (o correto é usar diariamente, mesmo nos dias nublados!)

✔️ Aplicar o filtro solar no momento da exposição (quando o correto seria aplicá-lo no minimo 30 minutos antes!)

✔️ Esquecer de reaplicar a cada 2 horas se estiver se expondo, ou a cada 4 horas no dia a dia.

5. “Comecei a usar protetor solar depois de adulta. Vai funcionar mesmo assim?”

Dra Sabrina:

O ideal é que o hábito de usar o protetor solar seja incorporado desde a infância, fazendo esse hábito virar uma rotina diária, assim conseguiremos uma maior eficácia na prevenção do câncer de pele!

Para a geração que não teve acesso a esses produtos na infância ou juventude e começou a se cuidar já na idade adulta, ainda assim sentirão alguns benefícios na pele. Certamente o início tardio no uso do protetor não irá reverter o processo fotoenvelhecimento do passado, mas podemos ver os benefícios a longo prazo. Então mesmo que seja iniciado na idade adulta, o uso do protetor solar deverá sempre ser encorajado! 

6. Protetores “turbinados” são eficazes?

Dra Sabrina: Os protetores associados a hidratantes, vitaminas e antioxidantes também possuem proteção eficaz desde que tenham um bom fator anti UVA e UVB.

7. Regiões mais afetadas

Dra Sabrina: A pele da face, do colo, do pescoço e das mãos são muito expostas e mostram os efeitos do dano solar a longo prazo, por isso merecem atenção especial!

As regiões como orelha, nuca, couro cabeludo (carecas) também não podem ficar esquecidas!

8. “Minha pele queimou, e agora?”

Dra Sabrina: Um episódio de queimadura solar aumenta a chance de câncer de pele no futuro. Depois de queimaduras ou ardências pós sol, recomendamos algumas medidas:

✔️️ Use substâncias calmantes pós-sol, que geralmente contém camomila, calamina e aloe vera. Esses produtos devem ser usados antes do hidratante comum, pois geralmente apresentam textura gel e são de rápida absorção.

✔️ Caso você tenha exagerado mesmo e a pele esteja “descamando”, evite puxá-la ou arrancá-la. Isso poderá facilitar o aparecimento de manchas!

✔️ Massageie suavemente no banho a pele úmida e hidrate.

Dicas de produtos que podem ser usadas pós-sol :

✔️ Ducilamina: loção refrescante, calmante e protetora da pele, pois contém calamina e o bisabolol.

✔️ Caladryl locão pós-sol: para alívio da ardência pós-sol, hidrata e refresca a pele.

✔️ Calamed locão pós-sol: composto por aloe Vera, indicado para alívio dos sintomas de queimadura solar e ardência da pele

✔️ Banana Boat Aloe Vera Gel: também para ser usado após a exposição solar, hidrata e acalma a pele

✔️ Bepantol Derma Solução: não é um produto específico para o uso pós-sol mas é um ótimo cicatrizante, hidratante e calmante para pele. Indico por um produto de boa qualidade, fácil de encontrar e por muita gente já ter em casa.

9. Protetor com base: vale a pena?

Dra Sabrina: Os protetores com bases tonalizantes possuem proteção contra luz visível, presente nas lâmpadas, computadores etc. Essas bases ajudam a camuflar as manchas, aumentam a proteção e são muito bem aceitas pelas mulheres devido ao efeito de maquiagem com uniformização do tom de pele, além de facilitarem bastante a rotina diária.

10. E bronzeador: pode?

Dra Sabrina: Os bronzeadores estimulam a pigmentação da pele e estão liberados se possuírem alto fator de proteção – a partir de FPS 30. Mas na prática não é o que acontece, pois a maioria costuma ter fator entre 8 a 15, que consideramos muito baixo para a segurança da saúde do paciente.

11. Segredos do bronze perfeito

Dra Sabrina: Para quem deseja “pegar uma corzinha” e quer manter o bronzeado, a dica é incluir os alimentos com carotenoides no cardápio, sendo eles: cenoura, beterraba, maçã, mamão e abóbora. Alimentos ricos em vitamina C, como o limão, kiwi, laranja e acerola, também ajudam a combater os radicais livres que são responsáveis pelo envelhecimento da pele.

Nos dias quentes, aproveite para se refrescar com sucos naturais e que ajudam a garantir um bronzeado saudável. Fórmulas de cápsulas antioxidantes com betacaroteno também ajudam a proteger e bronzear a pele! Fale com seu médico.

12. Indicações para pele acneica

Dra Sabrina: Para quem tem pele oleosa, muitas vezes o desafio é encontrar um filtro solar facial que seja eficaz e que tenha boa cosmética, espalhabilidade e toque seco.

Separei algumas indicações que costumam fazer sucesso entre os pacientes, por possuírem toque seco e auxiliarem no controle da oleosidade:

Anthelios Airlicium FPS30

Anthelios Airlicium FPS30, da La Roche-Posay

Minesol Oil Control FPS70, da ROC

Minesol Oil Control FPS70, da ROC

Avéne Toque Seco FPS50

Avéne Toque Seco FPS50

Ensolei Oil Control FPS30, da Ache

Ensolei Oil Control FPS30, da Ache

Capital Soleil FPS50, da Vichy

Capital Soleil FPS50, da Vichy

13. Dicas da dermato

Dra Sabrina:

✔️ Eu sempre contra-indico o ato de bronzear a face. Lembre-se de que a cor dura pouco e os danos causados a longo prazo são difíceis de serem revertidos! Uma dica é investir nas maquiagens bronzer, que deixam a pele linda e sem riscos à saúde.

✔️ As técnicas de bronzeamento a jato e os auto-bronzeadores estão permitidos, mas câmeras de bronzeamento são totalmente contra-indicadas e estão proibidas pelo risco de desenvolver câncer de pele, além do fotoenvelhecimento.

✔️ Cuide da sua pele com carinho e consciência!

Dra. Sabrina Frossard Maciel – Dermatologista especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia | CRM: 119200

É, gente! Vivendo, lendo o Vida Fit e aprendendo! ♥

Uma das minhas metas para 2015 é cuidar mais da minha pele, com mais carinho e consciência, como a Dra Sabrina falou ali em cima. Já estou cuidando da minha acne (sim, depois de velha a minha pele resolveu implicar comigo, humpf) e da minha pele do corpo como um todo porque me exponho muito ao sol (só treino ao ar livre, né?).

Aliás, já vi umas ruguinhas no contorno dos olhos querendo aparecer e já me apavorei! haha Como a Dra Sabrina bem disse, mesmo a gente iniciando os cuidados depois de velho adulto, nunca é tarde pra se cuidar. Talvez os danos à minha pele já estejam feitos, mas o que eu puder evitar daqui pra frente, eu vou fazer! =)

E vocês? Como protegem a pele do sol? 

PROTEÇÃO SOLAR PINTEREST VIDA FIT

5 Comments

  • Fábricia

    September 11, 09 2015 08:05:58

    Quero saber se na reaplicação do filtro solar eu tenho q retirar a cada 4 hs e reaplicar? Ou pode reaplicar encima do qq já está. Tira minha dúvida por favor. Obrigado!!

    • Ticiane Toledo

      March 07, 03 2016 10:47:43

      Oi Fabricia! Eu costumo sempre lavar o rosto antes de reaplicar. Beijo!

  • carlos marcelo

    October 23, 10 2015 02:26:45

    olá, blz? gostaria de saber de um treinamento para pessoas que tem diabetes e pressão alta. Tenho essas doenças e sinto muita preguiça.Qual o melhor esporte para mim, já que tenho pressão arterial?

    • Ticiane Toledo

      October 25, 10 2015 06:58:37

      Olá, Carlos, tudo bom? Como não sou médica nem educadora física, não posso orientá-lo nesse sentido. Recomendo que você busque a opinião de um destes profissionais pra que consiga se exercitar com segurança e conforto =) Enquanto não marca uma consulta, que tal começar com uma caminhada simples mesmo, hein? Cuide-se!

O que você achou?