obesidade sobrepeso
0 Gostou

O brasileiro está cada vez mais pesado – e menos saudável

Quando o assunto é balança e saúde, os números estão começando a pesar aqui no Brasil, infelizmente.

obesidade brasileiro

Uma pesquisa realizada recentemente pelo Ministério da Saúde revelou que mais da metade dos brasileiros está acima do peso. A pesquisa foi feita em todas as capitais do País e no Distrito Federal, com maiores de 18 anos.

Em 2006, quando o primeiro levantamento do tipo foi realizado, 43% da população tinha sobrepeso. Hoje, em 2013, esse número já subiu para 51%. A obesidade também aumentou no período de 11% para 17%.

“Caso algo não seja feito, em dez anos podemos ter números semelhantes aos dos Estados Unidos.”
(Alexandre Padilha, ministro da Saúde)

Mesmo com esses dados em mãos, o ministro da Saúde diz que a princípio o governo não tem a intenção de mudar a estratégia para prevenção e combate ao sobrepeso e obesidade, mas sim reforçar as medidas que já vêm sendo adotadas: a construção de unidades do Academia de Saúde, centros com infraestrutura e profissionais para orientar a população a práticas de atividade física, e o Saúde na Escola, com informações sobre obesidade para estudantes.

(via Estadão)

Por que as estatísticas preocupam?

Hoje, sabemos que o sobrepeso e a obesidade desencadeiam doenças como diabetes, hipertensão e até mesmo câncer. Isso sem falar nos problemas psicológicos e sociais que os “quilinhos extras” carregam consigo. Ou seja: é um caso de saúde pública, sim!

É lógico que existem uma série de questões comerciais e até mesmo políticas que impossibilitam que o assunto receba a devida atenção que merece. Por isso, fomentar o conhecimento sobre saúde e alimentação nas escolas, nas empresas e até mesmo dentro de nossas casas é dever de todos nós.

Sobrepeso x Obesidade: você sabe a diferença?

Organização Mundial de Saúde (OMS) classifica o excesso de peso baseando-se no índice de massa corporal (IMC). O cálculo é feito dividindo o peso (em quilogramas) pela altura (em metros) ao quadrado, e possibilita diagnosticar se uma pessoa tem um peso normal (IMC de 20 a 25), se está com sobrepeso ou excesso de peso (IMC de 25 a 30) ou ainda, se está obesa (IMC superior a 30).

Sobrepeso: IMC acima de 25. É o primeiro alerta de que o indivíduo pode vir a ficar obeso.

Obesidade:

– IMC entre 30 e 34,9: grau I (moderado excesso de peso)

– IMC entre 35 e 39,9; grau II (obesidade leve ou moderada)

– IMC acima de 40: grau III (obesidade mórbida)

 

 

E vocês, pessoal? O que acham? Vocês também fazem parte das estatísticas ou já fizeram?

Beijos!

O que você achou?