filtro de barro água
1 Gostou

O dia em que eu voltei a usar o bom e velho filtro de barro

Recentemente, contei lá no Instagram (@ticianetoledo – segue lá pra gente prosear mais! ♥) que o meu namorido inventou de trazer um filtro de barro pra casa.

A gente precisava de um filtro, pedi pra ele ir comprar um e ele voltou com o “filtro da vó”. Na hora, eu quis matar, né? Eu não sou a pessoa mais organizada do mundo, mas quero deixar a minha casa menos tumultuada possível (apartamento, já viu!) e sem excessos.

Sim, no primeiro momento, essa foi a minha impressão sobre o filtro: trambolho. Podem me julgar.

Daí, deixei a poeira baixar e comecei a pesquisar sobre filtros de água e purificadores, já pensando na troca que eu faria no dia seguinte lá na loja. Mas fui convencida por argumentos que classificavam o filtro de barro – sim, o trambolho que eu não queria na minha casa – como a melhor opção.

O que eu li a respeito do filtro de barro:

– De acordo com as pesquisas publicadas no livro “The Drinking Water Book” (em tradução livre: “O Livro da Água Potável”), do autor Colin Ingram¹, o filtro de barro é o mais eficiente do mundo devido ao seu sistema de gotejamento lento e sistema de filtragem por gravidade: a água passa devagar pela vela e pinga em um reservatório (parte inferior do filtro).

¹Colin Ingram é escritor científico, pesquisador, autor e co-autor de livros e publicações técnicas há mais de 30 anos, conduzindo programas de pesquisas sobre água potável e de purificação de água, além de outras áreas relacionadas à Saúde e Nutrição.

the drinking water book colin ingram livro água potável

– Com isso, os microorganismos e sedimentos filtrados não se misturam com a água limpa que vamos consumir em seguida.

– Nessa filtragem, a vela do filtro de barro é capaz de reter cloro, pesticidas, ferro e alumínio, além de também não deixar passar 95% de chumbo e 99% de Criptosporidiose, parasita que causa diarreias e dor de barriga.

– Mas vale frisar que se a água estiver contaminada, o filtro não vai conseguir limpá-la completamente. Aliás, nenhum filtro vai fazer milagres, infelizmente.

A contaminação da água é um assunto sério, mas que muitas pessoas não se atentam no dia a dia. Especialmente em tempos de seca que vivemos aqui na região Sudeste, temos que redobrar a atenção sobre isso. Por que? Por causa do uso do tal “volume morto” das represas que abastecem as nossas cidades.  De acordo com promotores do Grupo de Atuação Especial para o Meio Ambiente (Gaema) do Ministério Público de São Paulo, essa água do volume morto pode estar contaminada por metais pesados, como chumbo e cádmio, apresentando riscos à saúde: de diarreias e problemas renais e de tireoide até a doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer, em casos mais graves e acumulativos (a longo prazo).

– A cerâmica mantém a água até 5ºC mais fresca do que a temperatura ambiente: ou seja, água fresca all the time, sem necessidade de colocar garrafa na geladeira e correr o “risco” de a água ficar gelada demais (um problema pra algumas pessoas).

– O tradicional filtro São João, o mais vendido até hoje pela marca Stéfani, recebeu a classificação P1 do Inmetro, que é a mais alta e só é concedida aos purificadores que retêm as menores partículas.

– Além do custo ser muito menor do que os filtros e purificadores com dispositivos de tratamento embutidos (e que nem sempre são eficazes, como mostram as pesquisas, por terem sistemas de alta pressão que não retém tantas substâncias e microorganismos quanto o filtro de barro): com R$ 100,00 você já consegue comprar o modelo mais básico da marca Stéfani.

– Os cuidados com higiene e manutenção também são bem tranquilos: os filtros de cerâmica devem ser trocados a cada 6 meses. Já o filtro em si dura muitos e muitos anos (10, 15, 20 anos…) e a higiene dele deve ser feita apenas com uma bucha limpa e água corrente a cada 3 meses, aproximadamente – ou menos, se você achar necessário.

filtro de barro cerâmica são joão

Tem pra todos os gostos! (imagem: divulgação)

Matéria na TV Cultura sobre o filtro de barro:

Dá pra ver que me convenci, né?

Sem falar no ar retrô que ele dá à decoração. Agora que arrumei um cantinho especial pra ele por aqui, já comecei a achar que a casinha ganhou um charme especial.

Sim, essa sou eu mudando minha opinião e me rendendo, oficialmente, ao filtro de barro! 

Olha quem veio morar com a gente O bom e velho filtro de barro São João. Quando o Jonathan trouxe aqui pra casa eu confesso que fiquei relutante por ser um “trambolho”. Ok, nem é tão trambolho assim. Eu que sou super minimalista e que fico incomodada com um monte de coisa amontoada em casa. Mas resolvi dar uma chance depois de pesquisar sobre o filtro, benefícios pra saúde, economia, higienização etc. “Os filtros tradicionais de barro com câmara de filtragem de cerâmica são muito eficientes na retenção de cloro, pesticidas, ferro, alumínio, chumbo (95% de retenção) e ainda retém 99% de Criptosporidiose, um parasita causador de doenças.” (Colin Ingram, em The Drinks Water Book) Além de manter a água sempre fresquinha e ainda economizar energia elétrica (sempre válido, né?) Alguém aqui (ainda) usa esse tipo de filtro? #voltandoàsorigens #filtrodebarro #minhavidafit

A photo posted by t i c i a n e t o l e d o (@ticianetoledo) on

E pela interação da galera lá no Instagram, parece que não sou a única que tá voltando às origens quando o assunto é a água =) Paleolitizamos a água também! hahaha

E você? Usa o filtro de barro também? Já usou? Tem vontade de comprar um? Me conta!

4 Comments

  • Uani Soares

    November 04, 11 2015 12:43:15

    Olá Tici!
    Em minha casa a preocupação tem sido com o flúor e o PH da água que afeta nosso metabolismo
    Agora só compramos uma marca que só vende em um depósito no Jardim das Indústrias ou no Parque, não me recordo bem.
    Foi o meu pai quem encontrou, usamos o galão de 20 litros com uma válvula em cima.

    • Ticiane Toledo

      November 09, 11 2015 08:59:36

      Interessante! Que marca é essa, Uani? Fiquei curiosa =)

  • Fabiane

    November 24, 11 2015 04:14:21

    Tici, vc comprou o seu aqui em SJC? Onde?

    • Ticiane Toledo

      November 24, 11 2015 04:54:58

      Fabi, foi o marido que comprou. Lá na C&C do Vale sul.

O que você achou?