Enfim, encerramos a fase hipocalórica da Dieta do HCG: os resultados foram bem interessantes e agora inicia a manutenção. Vamos lá!
0 Gostou

Dieta do HCG: balanço da sexta semana + resultados

Se você não está acompanhando desde o início dessa minha experiência com o Dr Aloísio Vargas, leia AQUI uma breve explicação sobre o protocolo com HCG e os resultados da semana 1234 e 5.

No dia 27 de fevereiro, rolou a sexta pesagem referente à semana 6 do protocolo. E eu demorei pra contar aqui pra vocês porque passei por uma semana do cão: muito trabalho, muito estudo, muitas burocracias pra resolver… Acabei não dando a prioridade devida ao blog. Desculpem =(

Mas vamos lá!

Como foi a sexta semana

Dia 23 foi meu aniversário (yay!), mas tirando a felicidade do meu dia, passei por uma semana BEM complicada, encarando todos os sintomas de uma TPM violenta. MUITA vontade de comer doce, paciência zero, os treinos não renderam quase nada praticamente, eu tava sem energia alguma, muito menos vontade de fazer as coisas. Sem falar naquela sensação de inchaço generalizado que parece que a gente ganhou 10kg numa única semana. Horrível apenas.

Não jaquei em nada na dieta, mas acabei excedendo na quantidade de frutas: cheguei a consumir uma ou duas maçãs (assadas com canela ♥) a mais quase a semana toda. Era isso ou ceder ao chocolate, ao sonho da padaria, ao pé de moleque que tá na minha geladeira… Pode parecer pouco, mas pra quem tá em uma dieta de 500kcal/dia, 2 maçãs fazem a diferença sim.

Continuo frisando que essa é apenas uma estratégia de curto prazo pra chegar num objetivo porque viver a vida inteira contando calorias não é sustentável. O segredo de um emagrecimento sustentável e muito menos sofrido é reduzir a ingestão de carboidratos (refinados, principalmente) e controlar a insulina. E mesmo sendo uma dieta hipocalórica, eu continuo seguindo os preceitos da Paleo no que diz respeito à escolha dos meus alimentos.

Tem mais relatos da semana lá no Instagram @ticianetoledo e diariamente no snapchat ticianetoledo.

Resultados

Semana 1 (16 a 23 de janeiro)

  • -3.9kg na balança, sendo:
    • -0.5kg gordura
    • -3.4kg de água (sim, toda a minha retenção foi pro ralo, finalmente!!!)
  • -2 cm de abdômen
  • massa muscular preservada

Semana 2 (24 a 30 de janeiro)

  • -900g na balança, sendo:
    • -1.8kg gordura (UOU!)
    • +0.3kg de massa muscular (!!!!)
    • +0.5kg de água
  • -2 cm de abdômen

Semana 3 (31/1 a 6/2)

  • -1.8kg na balança, sendo:
    • -1.1kg gordura
    • -0.3kg de massa muscular (perdi o que ganhei semana passada, que agora eu acredito que nem tivesse sido músculo mesmo e sim uma possível retenção intramuscular – a bioimpedância não pega essas sutilezas – devido à TPM)
    • -0.4kg de água (perdi quase tudo que retive semana passada também por causa da TPM, oba!)
  • -1 cm de abdômen

Semana 4 (7/2 a 13/2)

  • -0.6kg na balança, sendo:
    • -0.9kg gordura
    • +0.2kg de massa muscular
    • +0.2kg de água
  • -2 cm de abdômen

Semana 5 (14/2 a 18/2)

  • -1.0kg na balança, sendo:
    • -1.5kg gordura
    • +0.2kg de massa muscular
    • +0.3kg de água
  • -1 cm de abdômen

Esse resultado em apenas 5 dias deixou eu e o Dr Aloísio de boca aberta! Foi EXCELENTE! Com certeza se a gente tivesse feito a pesagem no sábado, os resultados teriam sido melhores ainda! Não resta dúvida de que os treinos do meu coach amado André tão mesmo ajudando e muito nesse momento =)

Semana 6 (19/2 a 27/2)

  • -0.100kg na balança, sendo:
    • -1.5kg gordura
    • +1.4kg de retenção
  • sem alteração abdominal 

Bom, imaginem meu espanto quando vi uma variação mísera de 100g na balanca, né? Mas na bioimpedância, vimos que eu havia perdido 1,5kg de gordura e que o restante era retenção de água (refletiu no peso de massa magra, mas era impossível ter ganhado 1kg de massa magra nas atuais condições e em uma semana – então, por isso joguei tudo no tópico “retenção”, ok?). Não houve alteração da circunferência abdominal também por conta do inchaço da TPM e possivelmente somado ao inchaço do antiinflamatório que tomei nesse período (caí correndo e torci o pé). Tanto que a bioimpedância acusou uma diferença de 700g A MAIS (só de edema) na perna da entorse. CHOCADA! Mas tá ótimo =)

Resultado final do ciclo: 6 semanas

  • -8.3kg na balança, sendo -7.3kg de gordura
  • -8 cm de abdômen
  • massa magra muito bem preservada!!!
  • a retenção de água persiste, em especial em períodos de TPM, o que nos leva a pressupor que a tireóide ainda não tá 100% regulada – vamos continuar tratando isso pra que esse incômodo saia da minha vida!

Dieta do HCG: a primeira fase e seus resultados

Taí o resultado em uma comparação. Deu um resultado legal, não? =)

Próximos passos

Já encerrei o uso do HCG e a dieta hipocalórica, e agora tô na fase de manutenção, retomando a ingestão calórica e o consumo de gorduras pela LCHF.

Confesso que retomar alguns alimentos disparou alguns gatilhos de compulsão, mas foi ótimo pra entender até mesmo com quais alimentos preciso ficar mais esperta e não correr o risco de exagerar na dose – é o caso das castanhas e nuts, por exemplo!

Mas fora esses episódios, tá tudo sob controle e eu tô super feliz com o resultado, mesmo tendo sido abaixo do que esperávamos (a meta inicial era -10kg). Mas, olha, já tô super satisfeita! Em breve vou fazer um post contando da fase de manutenção e também falando o que eu aprendi com a Dieta do HCG. Foi uma experiência muito bacana!

E muito obrigada a todos que acompanharam essa fase mais “delicada” do experimento com esse protocolo. Vocês foram fundamentais! ♥

Se você tiver dúvidas sobre a Dieta do HCG, é só deixar aqui nos comentários que eu vou respondendo! 

5 Comments

  • Nanda

    June 24, 06 2016 04:53:48

    Oi, Ticiane! Que delícia é ler os seus textos… parabéns pelo conteúdo de qualidade e escrito de forma tão leve! Somente agora “acompanhei” sua saga com a dieta do HCG… tb faço LHCF, mas tô num platô terrível e com muita vontade de diminuir meu percentual de gordura… fiquei curiosa com a sua dieta de 500kcal e composta por comida de verdade! Vc se importaria em compartilhar como eram suas refeições diária, ao menos, o exemplo de um dia? Grata 🙂

    • Ticiane Toledo

      July 05, 07 2016 12:29:12

      Oi, Nanda! Tudo bom? Que bom que gostou dos textos do blog. Fiquei super feliz em saber disso! Ainda bem que você não curtiu a ideia das bolachas na HCG do seu médico, menina. Porque do ponto de vista calórico, soa OK. Mas nutricionalmente, uma péssima ideia. Meu médico adaptou o protocolo à Paleo, então só continha comida de verdade, baixa em carbo e em gordura também (por causa do HCG, porque ele tb é LCHF e sabe dos paranauê). Infelizmente vou ficar te devendo a dieta, querida, mil desculpas. Não tenho mais aqui comigo =( Mas lá no insta, usei a hashtag #dietahcg e acho que ainda dá pra ver algumas das minhas comidinhas por lá, além de várias outras pessoas (mas, novamente, ignore as que consomem industrializados só pq contém baixas calorias). Espero que ajude! Beijão

  • Nanda

    June 24, 06 2016 04:55:12

    p.s: meu endócrino me receitou HCG, mas não gostei da ideia de comer 05 grissinis ou 02 torradas Bauducco, rs…

  • Joans

    November 13, 11 2016 08:07:40

    Ticiane, bom dia
    Voce fez Apple day uma vez por semana? Nos dias de Apple day era liberado agua com limão, café e chá sem açúcar, canela???

    • Ticiane Toledo

      November 18, 11 2016 10:48:26

      Oi, Joana! Isso mesmo. Uma vez na semana, com tudo isso que você falou liberado 🙂

O que você achou?