dieta páscoa chocolate emagrecimento vida fit
0 Gostou

Manual de Sobrevivência da Páscoa: 10 dicas para evitar overdose de chocolate

A Páscoa chegou. E com ela, uma overdose de chocolate de todos os tipos, cores, sabores, formatos, aromas… Como sobreviver? Como lidar? SOS!

Calma, gente! De tanto ouvir o chororô das amigas, resolvi compartilhar com vocês 10 premissas que eu sigo pra conseguir sair (QUASE) ilesa à Páscoa:

1. Diga que você não quer ganhar nada

dieta páscoa chocolate

Eu parei de ganhar ovos de páscoa há muito tempo já.

Isso é uma coisa que meus pais deixaram de incentivar desde que atingi uma certa idade (não me lembro exatamente, mas foi quando parei de acreditar em coelho da páscoa, acho haha) porque eles achavam bem desnecessário e porque, dentro do conhecimento deles, eles se alimentam bem e não incentivam o consumo excessivo de alimentos “gordos” (até mesmo porque eles também sofreram MUITO com meu efeito sanfona, obesidade etc). Então eu parei de ligar pra isso e parei também de esperar por ovos de páscoa. Meus pais já sabem disso então nem preparam nada pra mim. Ponto positivo 1.

Meu namorado, apesar de adorar chocolate, não liga pra páscoa, ovos etc. Então nem nos presenteamos na data. Ponto positivo 2.

Aos amigos, bom, nem preciso pedir nada, né? Quem me conhece sabe da minha história, da minha rotina etc, então também não me dão nada. Ponto positivo 3.

Mas se você não tem um círculo social assim como o meu, mais ~consciente~, então jogue limpo e diga que você não faz questão de ganhar ovos de Páscoa porque está focada no seu objetivo e que prefere curtir o feriado na companhia dessas pessoas queridas fazendo outra coisa, comendo outras coisas, sei lá. Às vezes pode surgir ideias pra aproveitar o feriado de uma forma muito mais produtiva do que apenas comendo chocolate, né?

Não tenham vergonha de pedir ajuda, ok? Quem amar vocês de verdade, vai ajudar de coração e vai super apoiar suas decisões ♥

+ Aproveite e leia também: Como lidar com os sabotadores da sua dieta 

2. Se ganhar, passe adiante

Doação de ovos de Páscoa: been there, done that! hahaha

Há alguns anos, eu ganhava muito chocolate (chefes, colegas de trabalho, clientes, amigos, etc), então eu passava adiante. No começo dava uma dor no coração, admito, porque eu não queria abrir mão daquilo. Eu queria comer TUDO. Mas aos poucos eu fui aprendendo a me desapegar dessas coisas, principalmente de chocolate, que nesse excesso todo não vai me trazer nada de bom.

E se você não quiser doar todos, separe um favorito ou aquele diferente que você ainda não provou.

3. Se não quiser passar adiante, então fracione

Se for muito difícil desapegar ou caso você tenha guardado aquele único/especial/exótico/irresistível/diferente/novidade, fracione o chocolate em pequenas porções e vá comendo aos poucos.

Quando digo aos poucos, não tô falando de 1 pedaço a cada 10 minutos durante o feriado, ok? hahah

Veja a data de validade do chocolate e comprometa-se a fazer durar até o vencimento dele – ou algo assim que você possa fazer durar por mais tempo, entendeu? Dá até pra congelar o chocolate pra ele durar mais, sabia?

E aí você vai comendo aos poucos, e nem sempre necessariamente todos os dias. Pode reservar pra comer um pouquinho mais numa TPM, por exemplo.

Bom, é o que funciona pra mim pelo menos, mas esse ponto de equilíbrio é uma coisa bem individual e você tem que ir descobrindo o seu aos poucos, na tentativa e erro mesmo, não tem jeito.

4. Escolha o menos pior

Hoje a gente tem TANTA variedade de ovos no mercado que não precisamos ficar reféns das opções hidrogenadas, recheadas de açúcar refinado e todas as bruxarias da indústria alimentícia.

Uma dica legal pra não precisar passar a páscoa (e qualquer outra época do ano) sem chocolate, é escolher as opções “do bem”: 60% cacau ou mais, sem açúcar, sem lactose (um açúcar  a menos na conta)…

Já existem marcas que estão se adaptando a essas novas demandas da galera que quer se alimentar com mais qualidade.

Aqui na minha cidade, por exemplo, a gente tem o pessoal da Cacauholic.

Pra não passar a minha Páscoa em branco (muito menos no chocolate branco – tum dum tsssss, eu fui lá comprar uma barra de choco 60% cacau sem açúcar com nozes e sal rosa do Himalaya. Comprei por ser uma opção mais “guilty free” e por ser diferente (acho super válido provar novos sabores pra gente ir amadurecendo e estimulando nosso paladar, sabe?).

Até comentei lá no meu Instagram (@ticianetoledo - segue lá!) sobre a minha visita à loja da Cacauholic e a minha escolha: o choco com sal (incrível!!!)

Até comentei lá no meu Instagram (@ticianetoledo – segue lá!) sobre a minha visita à loja da Cacauholic e a minha escolha: o choco com sal (incrível!!!)

5. Evite comer nos momentos em que o cérebro está “no automático”

Sabe quando a gente senta no sofá pra maratona de Netflix? Então. Não coma chocolate nesse momento!

Aliás, não coma nada que possa ser ingerido compulsivamente e em grandes quantidades.

É que o seu cérebro vai estar no piloto automático e não vai prestar atenção na comida – o foco dele nesse momento não é pensar em saciedade e sim em absorver a informação que você tá enviando pra ele: seja tv, cinema, computador, trabalho, estudos etc. Isso vale tanto pra momentos “piloto automático” nas horas boas (entretenimento, vendo seriados ou filmes) ou nas horas ruins (quando a gente tá ansiosa trabalhando ou estudando muito, vendo filme triste pra curtir uma fossa etc).

Uma das coisas que eu aprendi na terapia é que a gente tem que prestar atenção ao que estamos comendo: dedique-se ao momento. Saboreie. Mastigue devagar. Aí sim seu cérebro vai entender que você comeu e que já satisfez a vontade (ou a fome, no caso de uma refeição mesmo).

6. Escolha os momentos mais adequados para comer

Não coma chocolate à noite antes de dormir, por exemplo: você não vai usar essa “energia” do chocolate, que vai automaticamente ser estocada na forma de gordura.

Planeje a sua semana (seu mês, sua vida): se você sabe que vai fazer um “off” no dia X, então porque antecipar o chocolate? Segure o forninho e aguente até lá. Ou se você sabe que sua TPM tá chegando, deixe pra se dar ao luxo de comer aquele chocolate salvador da pátria naqueles dias – e até lá você faz a egípcia e ignora a existência de qualquer alimento à base de cacau e açúcar.

Se a gente tem objetivos pela frente, não adianta: é preciso saber dizer “não, obrigada” muito mais do que “sim, por favor”. E aos poucos vamos nos adequando a isso e vemos que somos muito mais flexíveis e resistentes do que imaginamos. Acredite no processo e força na peruca!

7. Coma devagar

É o que falei ali em cima sobre se dedicar ao momento da refeição. Eu sigo uma lógica: se tô comendo algo MUITO delicioso, como bem devagar pra demorar pra acabar !

Uma lógica infantil, obviamente, mas que funciona muito pra mim, porque quando termino de comer, eu tô incrivelmente satisfeita em todos os sentidos e feliz comigo mesma. ♥

8. Seja racional (1): essa não é a última Páscoa do universo

Ano que vem tem Páscoa de novo. Simples assim. Você não vai morrer se escolher passar essa Páscoa sem chocolate. O drama tá só na sua cabeça e ponto final. Desculpe a honestidade.

9. Seja racional (2): chocolate tem o ano inteiro

Convenhamos, né? O lance dos ovos de páscoa é muito mais comercial (e cultural também, ok) do que qualquer outra coisa. Racionalmente falando, é só chocolate. E chocolate tem o ano inteiro em qualquer lugar do mundo. Calma que ainda o bicho não tá em extinção!

Ou seja: decidiu passar a Páscoa em branco porque tem um objetivo ali na sua frente? Ok, depois, mais pra frente, você VAI PODER comer chocolate. Mais uma vez, o drama tá só na nossa cabeça =)

10. Não caia na furada das “dietas detox”

As lojas estão cheias de “farinha seca-barriga”, “pílulas derrete-gordura”, “chás/sucos/shakes emagrecedores” e por aí vai.  Se depois bater aquele desespero depois da Páscoa, respire fundo, coloque a cabeça no lugar e fuja desses ~milagres~ com rótulos e preços absurdos.

A melhor detox é você voltar ao seu ritmo de antes do feriado, tanto em alimentação quanto em atividade física, e aí ir seguindo o bom senso e os sinais que seu corpo tá te mandando.

 

Se mesmo assim você ainda não tem essa maturidade/autoconhecimento, não hesite em procurar a ajuda de um(a) NUTRICIONISTA. E quanto digo nutri, falo daquele profissional formado que atende em consultórios, e não a revista que passa dieta genérica ou a famosa do Instagram que é paga pra anunciar produto x ou y, ok? Abram o olho porque com saúde não se brinca!

Um pouco de humor pra variar =)

Um pouco de humor pra variar =)

É lógico que TUDO isso de se segurar na Páscoa varia de acordo com seus objetivos e o que vocês estão dispostas(os) a sacrificar para chegar lá, certo? Porque, na minha visão, você tem três formas de conquistar o que deseja: a curto, médio e longo prazo – tudo depende do seu foco e do seu planejamento pra isso.

Se você tá afim de curtir a Páscoa, deitar o cabelo no chocolate e depois correr atrás do ~estrago~, vai na fé. Mas vai sem mimimi e volte depois sem mimimi também. Se você tá afim de maneirar agora pra chegar ao seu objetivo mais rápido, então aguente firme e força na peruca – também sem mimimi, afinal, a escolha é sua.

A gente precisa aprender a parar com essa mania horrível de terceirizar as nossas responsabilidades, sabe? Eu luto contra isso diariamente aqui no meu dia a dia em vários aspectos, e é muito necessário aprender isso pra gente evoluir na vida.

Enfim. Não tem regra. Não tem segredo. Não tem mistério. E também não deve ter julgamento. É como dizem: seu corpo, suas regras. E você, melhor do que ninguém, sabe o que precisa fazer pra chegar onde quer – com ou sem Páscoa no meio do caminho =)

Bom, espero ter ajudado vocês! Agora vamos curtir o feriado?

Feliz Páscoa! ♥

3 Comments

  • DANI GERMANO

    April 03, 04 2015 12:31:59

    TICI! É POR AÍ MESMO. NESTA PÁSCOA, FALEI PARA TODO MUNDO QUE NÃO FAZIA A MENOR QUESTÃO DE CHOCOLATE, MAS SEI QUE TEREI PELO MENOS UM PARA CONTAR HISTÓRIA. ALIÁS, SORTE TER ESSE POST HOJE, DÁ PARA CONFERIR QUANDO ROLAR AQUELA VONTADE DESCONTROLADA!

    UM BEIJO,
    DANI GERMANO.

    • Ticiane Toledo

      April 09, 04 2015 11:07:18

      Eu fiz isso também: avisei a Deus e o mundo que eu não queria nada de chocolate. Só amargo e olhe lá. hahahah

O que você achou?