dicas para escolher a primeira prova de corrida vida fit
0 Gostou

5 dicas essenciais na escolha da sua primeira prova de corrida

Bateu vontade de se arriscar na sua primeira prova de corrida de rua?

Então, pra ajudar você, preparei esse post com algumas dicas com base no que eu tive das minhas experiências e conversando com outros corredores. Agora vai, hein?

1. Trace uma meta real

Independente se você corre há mais de ano ou há alguns poucos meses, o importante é pensar em metas reais como todos os nossos planos nessa vida. Se você ainda não correu 5k nos treinos, pra que se afogar e se inscrever numa etapa 10k logo de cara? Easy, tiger! Comece aos poucos e vá evoluindo conforme o SEU ritmo (sério, não se espelhe nos colegas, isso só gera frustração e pode levar até mesmo a lesões por stress e sobrecarga).

Eu comecei com uma prova de 4K e fui aumentando aos poucos, ao longo de mais de 1 ano, até chegar nos sonhados 21k. AQUI neste post, o treinador Celso Alves Junior, da GO Assessoria Esportiva, explica como evoluir do 0 aos 21k – vale a pena ler!

2. Conheça o percurso da prova escolhida

Isso também conta MUITO na hora de escolher a sua prova de estreia, principalmente se você for novata na corrida e estiver pegando o condicionamento e a força que alguns percursos exigem. Então, dê uma olhadinha no site da prova que você quer fazer pra ter uma noção da dificuldade do trajeto (se tem muitos aclives/declives etc).

Minha sugestão é sempre escolher o terreno mais plano possível pra estreiar, e aí depois você vai encarando percursos mais desafiadores conforme for evoluindo na corrida. E se o seu objetivo for baixar tempo, opte pelos trajetos mais planos também.

Lembro que na minha primeira prova, quase morri num túnel que tinha no meio do percurso ali do Jockey Club de SP. Eu ainda não tinha condicionamento nenhum e tive que ir caminhando na volta. Depois, nas outras provas que passaram pelo mesmo lugar, eu já tava mais adaptada e consegui ir bem mais tranquila =)

3. Cronograma: planeje-se até o Dia D

Outro ponto importante é conciliar bem a data da prova com o tempo que você vai ter de treino até chegar na sua meta. Se você acha que precisa de 3 meses pra se preparar pra sua primeira prova, então take your time. Se você tem o acompanhamento de um treinador, converse com ele, ajuste sua planilha de treinamento conforme a sua meta e taca-lhe pau!

Eu me lembro bem que comecei a correr com a GO em fevereiro e lá pelo dia 17 de março foi a minha primeira prova (4K, como já contei). Um percurso curto numa prova tranquila com metas super realistas, então foi o tempo suficiente pra conseguir concluir a prova com muita alegria e vontade de planejar os próximos desafios junto com meu treinador =)

4. Escolha uma prova com a qual você se identifique

Eu sempre sugiro que a sua primeira prova seja mais amigável do que faca na caveira porque, convenhamos, você já vai estar (muito provavelmente) uma pilha de nervos e ansiedade, afinal, essa será a sua primeira prova! Então, quanto mais leve e divertida for a sua prova, as chances de sua primeira experiência ser igualmente leve e divertida serão muito maiores.

Isso não é regra, tá, gente? Tem muitas pessoas que não se apegam nisso e já têm uma pegada diferente. Então, go for it! Tem que fazer o que você vai se sentir bem e o que você tem vontade de fazer. Ponto. Se você se identifica com a Athenas ou com a Run The Night, mande ver! Se quer se divertir numa Vênus, WRun ou Disney Magic Run, vá sem medo de ser feliz também!

No meu caso, a minha estreia foi na WRun e o clima não poderia ter sido melhor pra mim! Neste post AQUI eu relatei a minha experiência na época- relembre comigo! ♥

5. Escolha uma prova com logística simples

Essa dica varia muito da disposição de cada pessoa. Muitas vezes, escolher pela logística mais simples na sua primeira prova pode ser o mais viável e até menos exaustivo física e emocionalmente, ainda mais se você for cuidar de tudo sozinha, sem o apoio de uma equipe de corrida que possa dar o suporte e orientação necessário nesses momentos.

Pense bem: se você escolhe uma primeira prova logo de cara fora da sua cidade, você tem que pensar em acordar muito mais cedo, calcular o tempo de deslocamento cogitando a possibilidade de pegar trânsito (sim, é possível que haja trechos de engarrafamento nas vias de acesso aos locais das provas, no caso das mais badaladas), retirar os kits, voltar dirigindo pra casa cansada (a adrenalina vai baixar e o cansaço vai bater, acredite), gastos com o deslocamento (combustível, pedágio, ônibus, metrô, etc). Isso sem falar os imprevistos que podem acontecer antes/durante/depois da prova. Enfim, quanto mais perto de casa, se você não tiver o suporte necessário, melhor!

Como já contei pra vocês, comigo foi diferente: minha primeira prova foi em São Paulo, e eu sou de São José dos Campos. Mas como eu estava com a galera da GO, foi tudo tranquilo. Só precisei me preocupar em acordar cedo e ir encontrar a galera no ponto onde a gente combinou e só. Então, se você fizer parte de uma equipe que cuide de todos os detalhes pra você, daí compensa se dar ao luxo de uma logística mais elaborada sim – ainda mais se a prova for aquela que você tanto quer =)

Agora que você já tem todas as dicas, é só convocar a família e os amigos pra correr com você ou pra reforçar a torcida, e partir rumo à linha de chegada!

E você? Tem alguma dica pra complementar a lista e ajudar as amigas e amigos que tão afim de correr a primeira prova de suas vidas? Deixe aqui nos comentários ou me mande por email contato@vidafit.com.br que eu vou atualizando o post conforme outras dicas forem chegando ♥

DICAS para escolher primeira prova de corrida pinterest vida fit

O que você achou?