recarregar corpo mente motivação
0 Gostou

Como recarregar o corpo, a mente e a motivação

Tá difícil manter a motivação com os treinos e a alimentação? Parece que tudo é motivo de desculpa pra você se boicotar?

Bom, provavelmente chegou aquele momento em que você precisa parar e ver pra que lado você quer ir. É a hora de recarregar o corpo, a mente e a motivação. E como eu já passei por isso (mais de uma vez, acredite), resolvi compartilhar algumas ideias que eu tenho sobre o assunto e que me ajudam muito:

1. Encontre uma razão que te move

Vamos supor que você queira emagrecer (acho que é o caso da maioria de vocês que me acompanham aqui, né?). Mas por que você quer emagrecer? Por quem? Já parou pra pensar nisso? Você tá fazendo isso por si mesma ou pra ser aceita/amada pelos outros?

Veja quais as reais razões que estão te levando a buscar isso. Quando você encontrar a sua razão genuína e quando for por você e apenas por você, nada mais vai te parar!

2. Reveja suas prioridades

Suas prioridades tão intimamente ligadas à sua motivação. Afinal de contas, pra toda decisão, existem renúncias.

Você tá disposta a renunciar a pizza de todo sábado com a família? O chopp do happy hour semanal com a galera do trabalho? Pois é. É como diria aquela música dos Rolling Stones: “you can’t always get what you want” (“você não pode ter sempre tudo o que deseja”).

O mesmo vale com os treinos. Qual a sua prioridade: dormir até tarde ou acordar mais cedo e fazer seu dia render mais, com mais qualidade e ainda dar uma força nos seus objetivos? Mas se você quer mesmo emagrecer, vai ter que fazer algo, não vai? O que você vai escolher?

E por aí nós podemos pensar em N circunstâncias que agridem a sua zona de conforto.

Se você tiver encontrado a sua real razão de querer mudar algum hábito / melhorar seu corpo e a sua saúde, isso vai ser a sua prioridade e você não vai sofrer tanto em abrir mão de certas coisas (ainda que por tempo determinado) e se empenhar em seus novos hábitos.

3. Repense seus treinos

Enjoou de academia? Tentei um treino ao ar livre (corrida, funcional, bike…). Enjoou de correr? Tente uma arte marcial. A grande sacada pra não enjoar dos treinos é gerar opções. 

Mas vamos supor que você fechou um pacote de 12 meses com a sua academia e no meio do ano enjoou de lá. Daí o jeito é você testar aulas novas, diversificar as modalidades, pedir treinos novos na musculação. Só não dá pra deixar como tá e largar a academia – e jogar dinheiro fora, né?

4. Repense a sua dieta também

Comida é estilo de vida. E nós precisamos ter autonomia sobre a nossa comida, se não as escapadinhas ficam muito mais tentadoras. Enjoou da comida? Faça como nos treinos e gere opções, faça substituições. Converse com seu/sua nutricionista, que existe justamente pra te ajudar nesses momentos cruciais que podem colocar todo nosso esforço – e nossas conquistas – a perder.

Não tem nutricionista? Talvez seja uma boa ideia visitar um profissional coerente com a sua linha alimentar pra te dar uma orientação, uma luz. Às vezes a solução é bem mais simples do que a gente imagina. É isso que a minha nutri, a Renata, vive fazendo comigo. Minha dieta é um Frankstein e a gente vai ajustando sempre, mudando uma coisa ali se eu enjoei de algo ou conforme um sintoma, uma vontade ou um resultado que eu quero atingir, arrumando acolá conforme meu ritmo de treinos e por aí vamos seguindo.

5. Reorganize a sua rotina

Você não consegue treinar à noite que nem eu? Bate aquele cansaço de um dia todo de trabalho, uma vontade danada de tomar banho e deitar no sofá e praticar a lei do mínimo esforço? Então talvez você tenha que considerar treinar pela manhã.

Sim, é difícil no começo. Dá sono. Dá preguiça. No frio então, aiai… Mas lembre-se da sua motivação e das suas prioridades. Sacrifícios precisam ser feitos, e depois de um tempo essa mudança vai ser incorporada tão bem no seu dia a dia que vai passar a ser hábito, que nem aconteceu comigo.

Aliás, aqui nesse post eu dou dicas pra quem quer começar a acordar cedo e treinar de manhã.

6. Converse com quem já passou pelo mesmo que você

Como disse a Pri Roman no post dela, pessoas de sucesso estão sempre abertas a ajudar outras pessoas dando bons exemplos, dicas etc. Você tem uma amiga que conseguiu vencer o efeito sanfona e agora tá lindona e feliz? Converse com ela e veja como ela conseguiu parar de sabotar a dieta e os treinos. Não tenha medo de pedir ajuda! Eu também tô aqui pra vocês, viu? Eu ajudo vocês, e vice-versa.

recarregar corpo mente motivação

Essas são as minhas dicas. Vocês têm alguma outra sugestão pra esses momentos? Aliás, alguém já passou por uma fase assim? Vamos compartilhar experiências!

1 Comment

O que você achou?