dicas para acordar mais cedo para se exercitar
1 Gostou

9 táticas para conseguir acordar cedo e ir treinar

Quem me acompanha aqui ou no instagram (@ticianetoledo – segue lá!) sabe que eu sou da turminha da manhã e alguns dias até mesmo da madrugada. Por mais que não seja gostoso acordar cedo, esse é o período do dia em que meu corpo mais rende e, consequentemente, quando treino de manhã, meu dia inteiro fica muito mais colorido e produtivo. Muito amor e muita energia! ❤

E aí um monte de gente vem me falar que queria ser como eu, mas que tem preguiça e que não consegue acordar de manhã. Mas, gente, péra lá! Eu também já fui dessas de dar desculpa todo dia quando o despertador tocava pra matar o treino. No inverno principalmente. Era só sentir que tava mais frio pra eu fugir da academia como o diabo foge da cruz: “Acordar cedo? Hoje não. Fica pra mais tarde!”.

E assim eu fui tocando por muitos e muitos anos, até que esse ano tudo mudou e eu me surpreendo comigo mesma e com a minha disciplina com os treinos. Acho que nos últimos 3 ou 4 meses de treino, eu só faltei duas vezes por motivo de força maior. E olha que agora eu só me exercito ao ar livre hein? Ou seja, no inverno eu peguei um frio desgraceeeeeeento, mas tava lá, firme e forte na paçoca pasta integral de amendoim. Não sei explicar o que aconteceu exatamente, gente. Acho que juntou identificação com o treino, com a galera da equipe e meu compromisso comigo mesma e com o VIDA FIT (e, consequentemente, com vocês também), e aí hoje eu consigo driblar a preguiça (sim, nem todo dia é moleza rs) e sair da cama.

Então, pra ajudar quem quer mudar a rotina, resolvi fazer esse post pra dar algumas dicas e compartilhar táticas que uso pra conseguir acordar cedo:

1. Coloque o despertador/celular longe da sua cama

Aí você se força a levantar pra desligar o bicho. E uma vez em pé, por que já não aproveitar pra trocar de roupa e tomar um bom pré-treino? =)

2. Combine de ir treinar com outra pessoa

De preferência com uma amiga linha dura (aquela sargentona que não vai deixar você dar migué no treino) ou alguém que depende de você pra ir treinar (como uma amiga que não tem carro, por exemplo, e que precisa da sua carona). Acho que quando você tem compromisso com outra pessoa, pensamos duas vezes antes de furar, né?

3. Beba água assim que acordar

Olha, não sei se é psicológico, mas eu adquiri o hábito de beber um ou dois copos de água depois de acordar e parece que isso ajuda meu corpo a acordar. Principalmente se for água gelada. Mas se parar pra pensar, até que faz sentido, né? Afinal de contas, a gente passa boas horas “desidratando” enquanto dorme – o corpo pode ficar em repouso, mas o corpo todo continua trabalhando.

4. Acorde ao som da sua música favorita

Se quiser colocar como alarme do despertador, é uma boa. Se não quiser, faça uma playlist com suas músicas favoritas, aquelas que te deixam pra cima, e vá ouvindo enquanto escova os dentes, troca de roupa, come, dirige até a academia ou local de treinamento… A música tem um poder incrível de mudar nossa energia, gente! 🙂

5. Deixe tudo pronto na noite anterior

Antes de dormir, eu deixo tudo prontinho, desde a roupa que vou usar no dia seguinte até a minha mochila com as coisas que carrego (documentos, dinheiro, fone, armband, toalhinha, protetor solar etc). Até o pré-treino eu costumo deixar porcionadinho quando sei que vou ter os horários mais apertados ou vou precisar acordar mais cedo que o previsto. Assim não me enrolo. É só acordar, trocar de roupa (que já tá ali separadinha me esperando), me alimentar e #partiutreino.

6. Faça apostas com dinheiro ou algo que você gosta muito

Para algumas pessoas, ter algo paupável a perder funciona mais do que pensar nos benefícios pra saúde. Já vi gente apostando dinheiro inclusive pra manter a linha nos treinos e não dar nenhum migué. Tem até um aplicativo chamado Pact (tem post sobre ele aqui) que propõe que você pague uma multa por cada treino que você falte. Se não quiser apostar dinheiro, coloque em jogo algo que você gosta muito: por exemplo, se matar o treino, você não vai poder fazer a sua refeição luxo da semana. Ou se você fizer tudo certinho e cumprir todos os seus treinos, você pode se presentear no final do mês com um tênis novo ou um look novo pra ir treinar e se manter ainda mais comprometida com a rotina. Essa é a recompensa que eu mais valorizo hoje em dia, diga-se de passagem. ❤

7. Pense na sensação do pós-treino e no quanto seu dia vai render

Levantar cedo pode ser um saco, mas se você pensar naquela sensação de felicidade, prazer, bem-estar, autoestima e tudo de melhor nessa vida que vem depois do treino… ahhhhh, como abrir mão disso? Sem falar que depois parece que o dia rende muito mais, né? Não só parece que o dia tem mais horas (logo, temos mais tempo pra fazer nossas coisinhas), como também a gente fica mais ativa e produtiva no trabalho, na faculdade e qualquer outro compromisso da sua rotina.

8. Aliás, planeje seu dia antes de dormir

Se eu treino às 7h, eu já planejo o horário que preciso levantar pra me arrumar e me alimentar, o meu tempo de duração do treino, o tempo que levo pra me arrumar depois do treino, os compromissos que preciso matar naquele dia, etc. Incluir o treino na rotina como compromisso e criar seu “to do list” a partir dele já meio que diz pro seu cérebro que aquele tempo que você se dedica a uma atividade física também faz parte da sua agenda.

9. Nos primeiros 30 dias, não se dê ao luxo de furar

O fato é que a gente precisa reprogramar muita coisa no nosso cérebro quando decidimos mudar de hábitos, e esses novos hábitos não caem do céu simplesmente porque queremos. Precisamos nos dedicar e insistir pra que a gente abra espaço na nossa vida pra eles. Então, quando eu quero mudar algum hábito, eu não me dou ao luxo de furar nos primeiros 30 dias. Acho que esse período é o mais crítico, né? Depois que passou esse primeiro mês, a barra fica mais leve e a gente já assimilou boa parte das mudanças. Mas é importante lembrar o seguinte: não é porque você sobreviveu intacta aos primeiros 30 dias que pode voltar à festa da uva, hein? Mantenha o foco porque os antigos hábitos voltam rapidinho e dar da “recaída” é bem mais difícil depois.

"A vida é acordar uma hora mais cedo para viver uma hora a mais" (pra mim, essa frase faz TODO sentido hoje em dia)

“A vida é acordar uma hora mais cedo para viver uma hora a mais” (pra mim, essa frase faz TODO sentido hoje em dia)

Não custa nada tentar, né? Mas se de tudo ainda não der certo, talvez seu relógio biológico não funcione nesse ritmo mesmo. Daí você tem que se conformar com isso e usar o que tem a seu favor com o tempo que tem disponível pra se exercitar.

O importante é se mexer, e pra isso você não precisa necessariamente estar numa academia: pule corda e faça treinos musculares em casa, corra/caminhe no seu bairro, suba as escadas do seu prédio, pegue vídeos de treinos (os bons e de confiança, tá?) no Youtube e faça em casa… Enfim, seja criativo e tenha boa vontade pra colocar mais atividade no seu dia!

+ Aproveite e leia meu post com dicas para tornar seu dia mais ativo.

E por aí? Você tem alguma dica pra conseguir acordar cedo ou simplesmente não é a sua praia e você se exercita em outros horários? Compartilhe =)

Beijos!

9 Comments

  • Gabriela

    April 07, 04 2015 10:47:39

    Nossa amei. Sou muito preguiçosa pra levantar cedo e sempre acabo me arrependendo depois de ter faltado no treino 🙁
    Mas, vou fazer tudo isso, até colocar o celular beeeeem longe da cama, e no volume máximo. Pra mim ter que sair correndo pra desligar antes que eu acorde todos da casa, hahahaha. Espero que funcione, pensa numa bixa preguiçosa, sou eu. hahah
    beijos e sucesso.

    • Ticiane Toledo

      April 09, 04 2015 09:00:34

      Oi, Gabi! Me conta: deu certo? As dicas funcionaram pra você? Sabe que esses dias que eu ando mais cansada eu tenho feito isso de deixar o celular longe de mim? hahah Não tem jeito, até pra mim que não tenho preguiça (todo dia, pq de vez em quando tenho sim), tem dia que é complicaaaaaado deixar a cama.

  • Mauricio

    April 03, 04 2016 10:59:59

    E qdo vc é casado e tem 46 anos. Tem um trabalho que acaba mentalmente com vc. Tem um sentimento de querer estar sempre em casa perto do filho e da esposa, e precisa de fortalecimento mas a vida te empurra ao contrario? Irpf, carro q quebra, cachorro pra passear, pagar psicologa do filho, trabalhar, ajudar nos afazeres domesticos. Viver intensamente vida de casado toma toda energia. Não sobra muito pro treino. Nem vontade. Nem nada. Conheço bem a vida dos treinos, 9 anos de musculação e agachamentos pesados, depois 3 anos de kiujitsu

    • Ticiane Toledo

      April 05, 04 2016 11:53:22

      E eu entendo bem o seu lado, Mauricio. Também sou casada, cuido da minha casa sozinha, trabalho prestando serviço para outras empresas além de cuidar dos meus próprios negócios, e atualmente ainda estou cursando uma segunda graduação. É muito puxado, realmente, para pessoas com rotinas cheias de compromissos e responsabilidades. Tem dias que eu também não dou conta, seja por fadiga ou falta de tempo. A ideia aqui no blog não é “cagar regras”, mas dar sugestões e gerar opções para quem quer mudar um hábito ou uma rotina. Agora, se é viável ou não, se a pessoa tem condições (físicas, emocionais, financeiras ou até mesmo de tempo), já são outros 500 e são decisões bastante particulares. Eu, Ticiane, acredito que, mesmo não tendo condições (quaisquer que sejam elas) de fazer o que gostaríamos de fazer, deveríamos ao menos tentar o mínimo possível para cuidar de nossa saúde (física e mental). Do contrário, não teremos condições de segurar a barra do dia a dia. O bom não pode ser inimigo do perfeito. Força aí!

O que você achou?