como se adaptar ao horário de verão
1 Gostou

5 dicas para se adaptar ao horário de verão

Se tem uma coisa que eu AMO no verão é o horário de verão. É melhor pra mim, que adoro acordar cedo pra treinar. E como anoitece mais tarde, temos um tempinho extra pra curtir à luz do dia, depois do trabalho. Mas nem todo mundo curte ou use adapta tão bem como eu. O lado bom é que essa adaptação é bem rápida: leva em torno de uma semana, segundo especialistas. Então separei algumas dicas básicas pra gente dar uma forcinha ao nosso corpo nesse período:

1. Mantenha as refeições nos horários de sempre

Eu sinto que quando entra o horário de verão, meu apetite fica meio alterado: sinto fome antes ou depois do horário habitual das refeições (por razões óbvias). E aí eu aprendi que a pior coisa que a gente faz é se deixar levar por essas oscilações. Então, com fome ou sem eu como nos horários em que eu preciso comer, até que meu corpo se acostume ao novo ritmo.

2. Vá para cama no horário de sempre

O corpo precisa se ajustar ao novo horário e o que mais é afetado nesse processo é o sono, claro. Um médico, certa vez, me disse que o ideal é ir pra cama no horário de sempre com ou sem sono, e sem interferências se possível (telefone, computador, tv, luz, barulhos excessivos etc). Pode ser que o sono demore um pouquinho pra chegar, mas pelo menos vc já condiciona o seu corpo que aquela hora é a hora de se preparar pra desligar e dormir.

3. Evite cafeína, termogênicos, álcool ou outros estimulantes à noite

Por motivos óbvios. Se esses estimulantes já afetam a maioria de nós normalmente, imagina nesse período em que a gente precisa reeducar nosso corpo e nosso relógio biológico. Pelo menos nessa fase de adaptação o ideal é passar longe deles. 

4. Aposte nos alimentos ricos em triptofano

O triptofano é um aminoácido que ajuda na produção de serotonina (neurotransmissor que cuida do nosso humor e da nossa energia), que, por sua vez, é convertido em melatonina (neurotransmissor que regula nosso sono, produzido em reposta à escuridão – seja à noite, na ausência do sol, ou num quarto escuro, com as luzes apagadas). Isso significa que, pra gente dormir melhor, temos que comer melhor. Aqui nesse post eu listei 17 alimentos que ajudam nessa produção da serotonina. Para algumas pessoas, o alface, o maracujá e os chás de ervas (sem cafeína) também ajudam a relaxar e, consequentemente, a se preparar para dormir.

5. Evite treinos intensos à noite

Não sei quanto a vocês, mas se eu treino pesado à noite, já era sono. Esse é um dos motivos que me leva a treinar somente de manhã mesmo. Se você for que nem eu, tente alterar seus horários dos treinos ou opte por atividades mais leves e mais tranquilas à noite.

 

E vocês? O que fazem pra ter uma adaptação melhor ao horário de verão? Vamos compartilhar dicas e sugestões 🙂

1 Comment

O que você achou?