baixa umidade do ar
0 Gostou

5 dicas para lidar com a baixa umidade do ar

O inverno está quase no fim. Mas enquanto a primavera não chega, precisamos continuar nos policiando para manter a saúde em dias de baixa umidade relativa do ar (uma das características mais marcantes do nosso inverno seco).

Então aqui vão 5 dicas para aguentar firme e forte o tempo seco, sem prejudicar nossa rotina de treinos:

  1. Hidrate-se!
    Se normalmente a gente já precisa caprichar na ingestão de líquidos, nesses dias de baixa umidade, hidratação é palavra de ordem. Vale água, chás, água de coco (isotônico natural), sucos naturais, frutas (melancia, melão e abacaxi, por exemplo). Só não vale refrigerante, hein?
  2. Cuidado com os horários
    O ideal é se exercitar no começo da manhã, até umas 10 horas, ou no fim da tarde, a partir das 17 horas. Para quem tem costume de malhar próximo ao meio dia, por exemplo, é recomendado tomar cuidado redobrado e prestar atenção aos sinais do corpo: se não puder mudar o horário, tente ao menos pegar mais leve no treino e não se culpe por isso. Respeitar os limites do nosso corpo é uma das regras essenciais para ganhar qualidade de vida e, consequentemente, ver os resultados do nosso esforço diário.
  3. Escolha atividades na água
    Por razões óbvias: atividades na água são muito mais refrescantes do que as outras. Além disso, o contato com água ajuda a melhorar aquele desconforto nas vias respiratórias (o tal “nariz seco”) e nos olhos de que muita gente costuma se queixar durante esses dias.
  4. Quem não tem colírio…
    Os olhos também sofrem com a baixa umidade. Existem colírios para hidratar e aliviar a sensação de olhos secos, mas antes de comprar qualquer um na farmácia, procure um oftalmologista de confiança para orientar o melhor medicamento para você e sua necessidade.
  5. Não se esqueça da pele!
    A ingestão de líquidos ajuda, e muito, na hidratação da pele, mas não custa dar uma forcinha para a natureza. Aposte em cremes hidratantes para garantir um aspecto saudável, sempre levando em consideração o seu tipo de pele: seca, oleosa ou mista. Vale lembrar que os cremes para o corpo são diferentes dos usados no rosto, por isso tenha um para cada finalidade conforme as características e necessidades de cada parte do seu corpo. Consulte seu dermatologista de confiança para obter melhores resultados.

Tranquilo, né, gente? E vocês, têm alguma dica ou cuidado especial para os dias mais secos? Compartilhe com a gente 😉

 

O que você achou?